<<90000000>> espectadores
<<240>> empresários em 17 países
<<4135>> vídeos de agroecologia
<<105>> idiomas disponíveis

Formando os agricultores de amanhã com vídeos

Universidad Mayor de San Andrés

Jovens em todo o mundo estão deixando a agricultura, mas muitos permaneceriam no campo, se tivessem tecnologias apropriadas e melhor assistência social, como me explicou recentemente o professor Alejandro Bonifacio.

O Dr. Bonifacio é originário do Altiplano rural, as altas planícies da Bolívia, que a 4.000 metros acima do nível do mar estão entre as terras agrícolas mais altas do mundo. Bonifacio tem doutorado em Melhoramento Vegetal e, além de dirigir uma estação de pesquisa agrícola em Viacha, no Altiplano, ensina melhoramento vegetal em meio período na Universidade pública de La Paz (Universidad Mayor de San Andrés).

A Universidade atrai muitos jovens do campo. Todos os anos, Bonifacio pede a seus novos alunos que se apresentem, digam de onde vêm e falem sobre seus pais e avós.

Este ano, cerca de 20% dos alunos da classe de Bonifacio ainda estão morando na fazenda e assistindo às aulas on-line. Outros 50% são filhos ou netos de agricultores, mas agora estão vivendo na cidade. Muitos desses estudantes de Agronomia estariam mais interessados em assumir a fazenda de seus pais, se não fossem alguns problemas.

Um deles é a falta de serviços nas áreas rurais: escolas precárias, estradas ruins, carência de hospitais e falta de eletricidade ou água corrente. Embora isso esteja melhorando lentamente, a Covid trouxe uma nova reviravolta, mantendo os jovens longe dos lugares aonde gostavam de ir, e não apenas bares e restaurantes.

Uma vantagem da vida na cidade é ter acesso a serviços de saúde, mas neste último ano os alunos disseram que era como se as cidades não tivessem hospitais, pois estavam cheias de pacientes Covid.

As aulas aconteciam todas on-line e, assim, o campo começou a parecer um lugar mais agradável para se viver do que a cidade. Muitos estudantes voltaram para suas comunidades rurais, onde havia muito mais liberdade de movimento do que na cidade.

O Dr. Bonifacio me disse que, mesmo quando os jovens vão para casa, eles não querem fazer exatamente o que seus pais fizeram. Os jovens não querem se dedicar ao trabalho exaustivo com pás e picaretas, mas falta uma tecnologia apropriada orientada para os jovens agricultores familiares, como máquinas pequenas e acessíveis.

Os jovens agricultores também estão interessados em explorar mercados emergentes para produtos diferenciados, como alimentos livres de agrotóxicos. A agricultura orgânica também ajuda a economizar nos custos de produção, desde que os agricultores tenham alternativas práticas aos agrotóxicos.

Felizmente, existem vídeos sobre tecnologias apropriadas que o professor Bonifacio exibe em sala de aula. Os jovens de hoje cresceram com vídeos e confiam neles. Todos os anos, Bonifacio organiza um fórum para cerca de 50 alunos sobre melhoramento vegetal e doenças que afetam as plantações. Ele recomenda aos alunos três vídeos para assistir e discutir depois no fórum. Um de seus favoritos é o Cultivando tremoço sem doença, que mostra alguns métodos orgânicos para manter a plantação saudável.

Bonifacio incentiva os alunos a assistirem ao vídeo em espanhol e quechua ou aymara. Muitos dos alunos falam quechua ou aymara, ou ambos, além do espanhol. Alguns sentem que estão esquecendo seu idioma nativo. "Os vídeos ajudam os alunos a aprender termos técnicos, como os nomes das doenças das plantas, em seus idiomas nativos", diz Bonifacio.

Durante o lockdown decorrente da Covid, o Prof. Bonifacio realizou seu fórum online e enviou aos alunos links para os vídeos. No fórum, alguns dos estudantes disseram que, enquanto estavam em casa, puderam identificar os sintomas da doença do tremoço, graças ao vídeo.

Bonifacio faz login no Access Agriculture de vez em quando para ver quais novos vídeos foram publicados em espanhol, a fim de selecionar alguns para mostrar a seus alunos, para que eles possam obter algumas das informações que precisam para se tornarem os agricultores de amanhã.

As crianças que crescem em pequenas fazendas muitas vezes vão para a Universidade para conseguir um emprego decente na cidade. Mas outras estudam agricultura, e voltariam para o campo, se tivessem tecnologia apropriada para a agricultura familiar e serviços como eletricidade e internet de alta velocidade.

Vídeos da Access Agriculture

Confira estes vídeos voltados para os jovens com tecnologia apropriada. Além de vídeos em inglês, a plataforma www.accessagriculture.org tem:

105 vídeos em espanhol

8 vídeos em aymara

e 8 vídeos em quechua

Como você pode ajudar... Sua doação e generosidade nos permitirá melhorar o acesso do pequeno agricultor a orientações agrícolas em seu próprio idioma.

Latest News

Agredecemos nossos apoiadores