<<90000000>> espectadores
<<240>> empresários em 17 países
<<4135>> vídeos de agroecologia
<<105>> idiomas disponíveis

A máfia do mercado

Os pequenos agricultores orgânicos na Bolívia lutam para vender seus produtos naturais e saudáveis para um público urbano e periurbano que aos poucos desperta para os riscos à saúde apresentado por alimentos produzidos com agrotóxicos.

Enquanto o serviço semanal de entrega em domicílio é uma nova maneira de vender produtos frescos diretamente aos consumidores, as feiras ao ar livre há algum tempo já oferecem uma maneira mais direta de vender alimentos ecológicos. Como em grande parte do mundo em desenvolvimento, as feiras locais semanais são amplamente difundidas na Bolívia, mas trazem seus próprios desafios quando recém-chegados querem entrar em cena.

A ONG Agrecol Andes vem trabalhando há anos para ajudar os agricultores agroecológicos a vender seus produtos diretamente nos mercados locais, em vez usar intermediários. Para ajudar os agricultores do departamento de Cochabamba a obter um espaço para vender nos mercados existentes, a Agrecol firmou acordos com várias autoridades locais. Mas essa parece ser a parte mais fácil.

Com a experiência, a Agrecol Andes aprendeu que, se um dos agricultores ecológicos não tivesse legumes ou frutas para vender durante uma semana, seu lugar seria ocupado por um vendedor convencional, que daí em diante ocuparia esse lugar. Assim, a Agrecol aumentou seus esforços para fortalecer os grupos de agricultores, o que permitiu aos membros abastecer uns aos outros com produtos ecológicos e garantir sua presença semanal nos mercados.

Mas a concorrência entre os fornecedores do mercado é acirrada. Embora as autoridades locais possam estabelecer regras de mercado, o verdadeiro poder é detido por alguns poucos vendedores influentes. Se os vendedores antigos se opuserem, os agricultores-vendedores podem ser permanentemente bloqueados do mercado.

"Em alguns casos, meus colegas negociam com vendedores de mercados específicos por vários anos, mas até obterem permissão, eles nunca têm certeza se seus esforços darão algum fruto", explica Augusto Lizárraga, um jovem da equipe da Agrecol Andes que nos acompanhou durante a maior parte de nossos dias de filmagem.

Claramente, para que os agricultores individuais comecem a vender produtos ecológicos diretamente nos mercados, os desafios são enormes. O trabalho em grupo ajuda, assim como o apoio das autoridades locais. Mas o apoio institucional como o oferecido pela Agrecol Andes é essencial para apoiar os agricultores agroecológicos e promover mudanças em direção a sistemas alimentares mais saudáveis e justos.

A máfia do mercado pode ser invisível, mas ela existe.

Assista a vídeo relacionado da  Access Agriculture

 Como vender alimentos orgânicos

© Copyright Agro-Insight

 

 

Como você pode ajudar... Sua doação e generosidade nos permitirá melhorar o acesso do pequeno agricultor a orientações agrícolas em seu próprio idioma.

Latest News

Vídeos recentes

Agredecemos nossos apoiadores